Por Favor aguarde...
 
   Lembrar dados
 
   Esqueci-me da password
 
 
 

Quem vai ganhar o Mundial 2010?

Ver Resultados

A Bandeira Nacional

A Bandeira Nacional

De todas as bandeiras que Portugal teve ao longo da sua já longa história, a actual terá sido a que causou maior polémica.


Oficializada em 1911, a Bandeira Nacional veio substituir a Bandeira Monárquica, após a Implantação da República a 5 de Outubro de 1910.


Carregada de simbolismo, a Comissão responsável pela implementação da Bandeira procurou deixar bem marcados os momentos mais gloriosos e memoráveis da história de Portugal.


A Bandeira tem três manchas principais: o verde esciro, o vermelho e o brasão de armas. O verde ocupa dois quintos do comprimento da bandeira, e o vermelho os restantes três. O comprimento é exactamente 1.5 vezes a altura, e o emblema, com tamanho igual a metade desta altura, ocupa lugar central na junção das cores, e à mesma distância das margens superior e inferior.


O emblema apresenta a esfera armilar de D. Manuel I, sobreposta pelo brazão de armas nacional.


A escolha das cores e dos símbolos ficou longe de ser pacífica, existindo de facto várias propostas. No entanto, a Bandeira hoje hoje vemos hasteada, surgiu da proposta vencedora da Comissão responsável e nomeada pelo Governo para o efeito.


De acordo com o relatório da Comissão, o branco é "uma bela cor fraternal, em que todas as outras se fundem, cor de singeleza, de harmonia e de paz " que, "salpicada pelas quinas (...) e avivada de entusiasmo e de fé pela cruz vermelha de Cristo, assinala o ciclo épico das nossas descobertas marítimas".


A presença do vermelho na Bandeira é justificado pelo incitamento à vitória, por ser a côr do sangue e "por ser a cor combativa, quente, viril, por excelência. É a cor da conquista, do riso, cantante, ardente, alegre (...)."

A colocação do verde foi mais controversa e bem mais dificil de explicar. Dado que esta côr nao tinha passado histórico na nação, a Comissão buscou na Revolta de 31 de Janeiro de 1891 a explicação. Terá o povo começado a usar o verde após esta data.


Cores à poarte, também os emblemas foram cuidadosamente seleccionados. A amarelo, em cima do verde e vermelho, situa-se a esfera armilar, já presente noutras bandeiras anteriores, chegando inclusivé a ser usada por D. Manuel I como símbolo pessoal.


Sobre a esfera, o escudo brando com as quinas, simbolizando a "bravura e audácia", ladeado por uma faixa vermelha de tom forte, com sete castelos, símbolo "mais enérgico da integridade e independência nacional".


 
Votar



GIF mundial 2010 234x60
 

 
comments powered by Disqus