Por Favor aguarde...
Mundial 2018 Russia
Imprimir    

Mundial 2010: Portugal e Ronaldo deixam competição sem glória

Mundial 2010: Portugal e Ronaldo deixam competição sem glória



Foi um Portugal descaracterizado que acabou a prova e um Ronaldo sem lume nem empenho atacante.


Apesar de um começo perigoso de Espanha, Portugal cedo estabilizou o jogo e demonstrou-se a formação mais perigosa durante a primeira parte.


Porém, a história da segunda parte foi bastante diferente.


Ambos os seleccionadores fizeram alterações no ataque, mas Del Bosque foi feliz com a entrada de Llorente, por Flores, e Queirós perdeu por ter substituído um atacante por um meio-campista.


A partir daí Portugal perdeu consistência e criou um vazio enorme entre o meio campo e Ronaldo, o homem vais avançado da selecção.


Foi com facilidade que Espanha chegou à vantagem, por David Villas, que aproveitou da melhor maneira um ressalto da bola em defesa apertada de Eduardo (quanto a nós, o Homem do Jogo).


A Espanha irá encontrar o Paraguai nos quartos-de-final. Portugal irá regressar com a polémica sobre de quem é a culpa.


30-06-2010

 

Fechar